Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

7º Grito do Semiárido Piauiense

26 de setembro de 2017

img_1907

7º Grito do Semiárido Piauiense

Centenas de pessoas participaram no último dia 22, na cidade de São Raimundo Nonato, do 7º Grito do Semiárido Piauiense. A manifestação foi promovida pelo Fórum Piauiense de Convivência com o Semiárido (FPCSA) e a Cáritas Diocesana de São Raimundo Nonato.

Comunidades rurais da região da Serra da Capivara e entidades não governamentais que atuam no território deram um “Grito” juntos, clamando por justiça social, igualdade e fraternidade.

Após a manifestação, que percorreu as ruas da cidade, aconteceu uma audiência pública, na Câmera dos vereadores.

Dando continuidade ao 7º Grito do Semiárido Piauiense, aconteceu na tarde de sexta (22) e no sábado (23) um curso sobre mineração, ofertado pelo Movimento pela Soberania Popular na Mineração (MAM). O curso teve como objetivo debater sobre a questão mineral e a importância da organização pública para assim criar subsídios aos povos atingidos para falar, denunciar e ir à luta, direcionado às lideranças comunitárias e as entidades não governamentais que atuam na região. A mineração é a principal causa de violação da qual as comunidades estão sofrendo na região de São Raimundo Nonato, atualmente.

O grito do Semiárido Piauiense é uma luta popular de agricultores e agricultoras familiares e entidades sociais do Piauí. Surgiu no ano de 2011 com a iniciativa da Diocese de São Raimundo Nonato e do Fórum Piauiense de convivência com Semiárido (FPCSA) a fim de convocar as representações das paróquias e dos setores pastorais, serviços, movimentos sociais, organizações não governamentais e organismos da Diocese de São Raimundo Nonato para discutir as consequências da seca na região.

Invasão de terras sem um comunicado prévio às comunidades é o que mais está se vendo por aqui”, relatou Mariana, da comunidade Morro do Mel.

Meu livro é a terra e a minha caneta é a enxada”, fala de um morador que não quis se identificar, da comunidade Morro do Mel.

As Entidades que participaram da mobilização do 7º Grito do Semiárido foram: Associação do Quilombo Lagoas; Associações das comunidades do Morro do Mel; Associação de Agricultores pelo Selo do Produto Orgânico – APASPI; Cáritas Diocesana de São Raimundo Nonato; Cáritas Regional do Piauí; Comissão Pastoral da Terra – CPT; Coletivo Antônia Flor – Assessoria Técnica Popular em Direitos Humanos; Centro Popular de São Raimundo Nonato; COOTAPI & ASSOCIADOS; Comitê de Controle Social e Políticas Públicas do Território Serra da Capivara; Fórum Piauiense de Convivência com o Semiárido – FPCSA; Movimento Desperta São Raimundo; Associação de condutores de Visitantes Ecoturistico da Serra da Capivara – ACOVESC; Pólo Sindical de São Raimundo Nonato – FETAG, SINDSERM/SRN.

Ascom_Cáritas Regional

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Seja um Doador

Seja um Doador

Cáritas: Rumo aos 60 anos

Faça parte dessa rede

Faça parte dessa rede

Faça parte desta Rede

Faça parte desta Rede

Redes Sociais

Prestação de Contas

Prestação de Contas

Contato

Cáritas Piauí
Rua Agnelo Pereira da Silva, 3136
São João, Cep. 64.045-440


Teresina - Piauí
86-3233-6302 / 86-98802-5479(oi)

caritaspi@caritas.org.br